GTM-WKRD365
Skip to main content
  1. Home >
  2. Sobre a Fujitsu>
  3. Transformação Digital Impulsiona Mudanças Imparáveis no Retalho, Confirma Estudo da Fujitsu

Transformação Digital Impulsiona Mudanças Imparáveis no Retalho, Confirma Estudo da Fujitsu

Factos noticiosos:
  • Estudo destaca a crescente importância estratégica da transformação digital e das tecnologias ativadoras para o sector do retalho
  • Os departamentos financeiros do retalho lideram a transformação, seguidos dos de vendas, de apoio ao cliente e das operações de frente de loja no retalho
  • À medida que o retalho se muda cada vez mais para o online, a experiência online-para-offline do cliente continua a ser crítica para o sucesso futuro
Lisboa, July 10, 2020 – A transformação digital (DX) no sector do retalho é aceite como essencial e é agora imparável, de acordo com um novo estudo global hoje divulgado pela Fujitsu. Mais de dois terços dos retalhistas em nove países encara a DX como essencial para a tecnologia do retalho, sendo que apenas 7% discorda.
Com as experiências de compras online e físicas a aproximarem-se cada vez mais, os resultados do estudo da DataDriven para a Fujitsu confirmam que a maioria das DX está bem encaminhada nos retalhistas. Os departamentos financeiros são os pioneiros, com uma implementação madura existente ou bem encaminhada em 63% dos inquiridos. As vendas (62%), o apoio ao cliente (59%) e as operações de frente de loja no retalho (59%) não andam longe.
Richard Clarke, Director Executivo, Retalho Global, na Fujitsu, comenta: “O sector do retalho permite-nos ver claramente muitas das alterações profundas que estão a ter impacto na sociedade e no nosso modo de vida. O impacto da COVID-19 acelerou as tendências do retalho que já estavam a avançar – e são agora imparáveis. O novo estudo da Fujitsu mostra que os retalhistas estão a reagir de forma determinada e estão no bom caminho rumo à transformação digital. Encomendámos este inquérito para obter um conhecimento mais profundo ao modo como a DX está a entusiasmar o retalho – e o facto de as equipas financeiras estarem a abrir caminho a par das vendas e do apoio ao cliente reflecte a importância estratégica que uma implementação de DX eficaz tem para os resultados.”
Retalho online e físico continuam a aproximar-se
A DX está subjacente a mudanças estratégicas no retalho identificadas no estudo global como, por exemplo:
  • Os retalhistas apresentam cada vez mais vendas online; Mais de um terço (34%) já oferece a maioria dos seus produtos e serviços online – uma tendência acelerada pela crise global da COVID-19;
  • Muitos retalhistas possuem um modelo híbrido online e físico que depende de iniciativas como ‘comprar online, levantar na loja’ (BOPIS), com quase dois terços (64%) dos retalhistas a concordarem que o retalho online continua a aproximar-se do físico;
  • Abertura da disponibilidade dos dados do retalho aos compradores, como os níveis actuais de inventário de um produto – com quase sete em cada 10 retalhistas (69%) a considerar que isto também é uma medida positiva para quem vende.

Outros impactos da DX nos retalhistas:
  • Redução de despesas, sobretudo na logística, armazenamento e transporte, referida por 21% dos inquiridos. Outras áreas em que a DX está a reduzir custos é no departamento financeiro (20%), na manutenção (20%), no funcionamento (19%), nas TIC (18%) e nas operações de retalho (18%).
  • No apoio ao cliente, 29% dos inquiridos relatam uma melhoria. Outras áreas viradas para o cliente que revelaram melhorias são o call center (19%), o marketing (16%) e a inovação no local de trabalho (16%).
A cloud pública está a superar a cloud privada e híbrida
Em termos de escolhas de tecnologia de transformação digital, a cloud é um componente cada vez mais importante do processamento das TIC no retalho. O Software-as-a-Service (SaaS) é a fonte de aplicações mais popular (32%). Mas um número significativo de retalhistas opta pelo processamento in-house (24%) ou por aplicações empresariais prontas a usar (18%).
Apesar da enorme atenção dada à computação cloud ao longo da última década, muito poucos retalhistas acreditam que seja excessiva. Aliás, afirmam que esta não recebe a atenção que merece. Os cépticos da cloud são sobretudo os retalhistas que mantêm a maioria do seu processamento in-house.
A IA tem um grande futuro no retalho e a Internet das Coisas será importante – mas não é para já
A Inteligência Artificial (IA) é cada vez mais importante no retalho, com dois terços (69%) a considerarem-na uma oportunidade, enquanto um número apenas ligeiramente inferior (66%) acredita que ela trará melhor qualidade de vida e permitirá a criação de novos empregos. Embora as tecnologias associadas à Internet das Coisas (IoT) tenham muitas aplicações no retalho, a adopção continua a ser lenta, não obstante 69% acreditem que esta tecnologia acabará por revolucionar o retalho.
Capacitar os retalhistas para desenharem a sua transformação futura
A Fujitsu acredita em capacitar os clientes para desenharem a sua transformação futura – deste modo, assegura-se de que eles saberão responder melhor às prioridades. O programa de co-criação da Fujitsu oferece aos retalhistas a oportunidade de aproveitar a colaboração orientada para os fins e a metodologia Human Centric Experience Design (HXD) da Fujitsu para obter maior valor para o negócio através de decisões e investimentos mais fundamentados relacionados com a transformação digital. Sessões de co-criação rápidas e altamente focadas, orientadas por profissionais formados no Fujitsu HXD, fornecem aos retalhistas o tempo, espaço e a capacidade para moldarem a sua transformação, tendo como bússola uma imagem clara dos objectivos de negócio futuros. Estas sessões são disponibilizadas de forma virtual e em qualquer fuso horário, com os clientes a contribuírem com o seu tempo, com a diversidade dos participantes e com uma mentalidade orientada para a transformação.
Notas para editores
Estudo conduzido pela DataDriven no final de Fevereiro de 2020, com uma amostra de 197 decisores TIC de organizações de retalho de todas as dimensões em nove países: Alemanha, Austrália, China, Coreia, EUA, Japão, Reino Unido, Singapura e Tailândia. O estudo recolheu duas métricas: receitas anuais brutas e número de colaboradores. A maioria dos inquiridos trabalha em organizações com receitas anuais brutas entre 1 milhão e 250 milhões de dólares norte-americanos, e 17% em organizações com mais de mil milhões de dólares norte-americanos de receita anual.

Recursos Online 

Sobre a Fujitsu

A Fujitsu é a companhia líder japonesa de tecnologias de informação e comunicação (TIC) disponibilizando um leque completo de produtos tecnológicos, soluções e serviços. Cerca de 130.000 colaboradores da Fujitsu prestam suporte a clientes em mais de 100 países. Utilizamos a nossa experiência e o poder das TIC para moldar o futuro da sociedade com os nossos clientes. A Fujitsu Limited (TSE: 6702) apresentou receitas consolidadas de 3,9 biliões de ienes (35 mil milhões de dólares) para o ano fiscal que terminou a 31 de Março de 2020.
Para mais informações, visite www.fujitsu.pt ou www.fujitsu.com

Pedro Amaral

Telefone: Telefone: 211 557 634 / 932 981 103
E-mail: E-mail: pamaral@mediabold.com
Empresa - mediaBOLD

Susana Soares

Telefone: Telefone: 21 724 44 44
E-mail: E-mail: susana.soares@ts.fujitsu.com
Empresa - Fujitsu : Directora de Marketing,
Fujitsu Portugal

Date: 10 July, 2020
City: Lisboa