Skip to main content
  1. Home >
  2. Soluções >
  3. smartDOCS >
  4. Customers Stories >
  5. CEGER - Centro de Gestão da Rede Informática do Governo

CEGER - Centro de Gestão da Rede Informática do Governo

«A Fujitsu tem demonstrado um interesse permanente e estratégico em entender as necessidades do CEGER, e adequado o funcionamento da solução SmartDocs de forma a poder ser integrada, adaptada e interoperável com outras tecnologias.» 
José Felício, Responsável pela Gestão Documental, Centro de Gestão da Rede Informática do Governo 

O Desafio

Desenvolvimento de um mecanismo de Interoperabilidade para permitir a Circulação Electrónica de Documentos entre soluções smartDOCS presentes nos diversos Gabinetes Ministeriais.
Há mais de 20 anos que a solução Fujitsu smartDOCS é utilizada como plataforma de Gestão Documental Electrónica de apoio aos gabinetes ministeriais para registo e tratamento da documentação recebida e expedida. Na sequência do projecto PCM – Plataforma Comum de Modernização, foi desenvolvido um mecanismo de Interoperabilidade para permitir a Circulação Electrónica de Documentos entre soluções smartDOCS e as Secretarias Gerais dos diversos ministérios.

A Solução

A Fujitsu foi a empresa escolhida para implementar a solução de gestão documental e tratamento de dados digitais que assegura actualmente a Interoperabilidade entre o Gabinete do Secretário de Estado do Orçamento e a Direcção Geral do Orçamento, permitindo a desmaterialização da tramitação de processos e documentos. 
A sofisticação que o Smartdocs atingiu permite agora a implementação / integração de tecnologias e funcionalidades avançadas, tais como as assinaturas digitais que garantem o tratamento de forma segura da informação e a respectiva circulação desmaterializada e com valor probatório legal.

Os Benefícios

Com a integração da solução smartDOCS, verificou-se uma redução de prazos de tratamento através da simplificação eagilização de circuitos de decisão -mesmo fora do seu gabinete através de acesso remoto, os decisores têm a facilidade de efectuar Consultas ou Despachos. Assegurou-se ainda uma maior segurança e confidencialidade no acesso à informação, verificando-se a recepção e tratamento de processos e documentos num único repositório local, smartDOCS. Com esta solução, cerca de 60% dos documentos passaram a circular de forma electrónica entre o Gabinete do Secretário de Estado do Orçamento e Direcção Geral do Orçamento possibilitando uma redução de 20% nos custos dos serviços de estafetas. Estima-se em 50% a redução de circulação do volume de papel, 30% de redução de custos de comunicações via telefone e 25% de redução do tempo de tratamento dos processos.