Skip to main content
  1. Home >
  2. Tecnologias para a Sustentabilidade

Tecnologias para a Sustentabilidade

Tecnologias para a Sustentabilidade

Algumas empresas começam a antever o valor financeiro de uma aliança inteligente entre o capital ambiental e o capital social. Nos próximos 5 a 10 anos os executivos vão precisar de considerar o investimento em ambas se quiserem que a sua empresa cresça e enriqueça a sociedade.

Enquadrando a sua actuação num modelo de pensamento mais estratégico e de mais longo prazo, a nova geração de CIOs tem em mãos a capacidade de antecipar cenários futuros, excedendo expectativas ao nível dos critérios de sustentabilidade, respondendo proativamente através da inovação e adoção de tecnologias mais sustentáveis.

A Fujitsu está já a trabalhar ativamente com estas organizações, proporcionando o acesso a tecnologias centradas no ser humano que valorizam a qualidade de vida, o impacto social e biodiversidade. Ao nível da supercomputação, em Singapura, a Fujitsu está a ajudar o governo a compreender o ambiente urbano e a desenvolver soluções, e no Japão ajudámos a modelar o impacto dos tsunamis.

A supercomputação é fundamental para a modelação das alterações climáticas, para a simulação de processos ambientais e para a previsão e planeamento em caso de desastres naturais. Estas aplicações normalmente envolvem a execução de um número imenso de simulações de eventos do mundo real ou cálculos complexos em velocidade.

Já a computação na cloud tem o potencial para proporcionar vantagens de sustentabilidade significativas para as pessoas, as organizações e a sociedade como um todo, mas é importante diferenciar os modelos cloud e o seu impacto potencial. Uma cloud pública, devido às suas economias de escala e partilha da infra-estrutura entre vários clientes, é capaz de proporcionar uma maior redução de energia e de emissões do que uma cloud privada. São as características inerentes da cloud, como a escalabilidade, a partilha de infra-estruturas, o provisionamento dinâmico e o consumo baseado nas necessidades que proporcionam as verdadeiras vantagens.

Também há imensas oportunidades para a tecnologia de sensores na indústria agrícola, onde esta é implementada para permitir o controlo remoto e a monitorização através de dispositivos inteligentes. Este ano, a Fujitsu alargou a sua Intelligent Society Solution Akisai Food and Agriculture Cloud, adicionando um serviço que usa big data para optimizar os calendários de cultivo, um serviço de gestão de produção para pequenas quintas, um Software-as-a-Service de produção, processamento e vendas, e um sistema de contabilidade para agricultura. Todos os grandes desafios — explosão demográfica, alterações climáticas, clima e escassez de recursos — têm impacto na comida, pelo que tudo o que pudermos fazer para optimizar a produção de comida é muito cativante e é uma área que merece cada vez mais atenção.

Contacte-nos