GTM-WKRD365
Skip to main content
  1. Home >
  2. Sobre a Fujitsu >
  3. Multi-Cloud é a Chave para Acelerar a Transformação Digital, Confirma Estudo da Fujitsu

Multi-Cloud é a Chave para Acelerar a Transformação Digital, Confirma Estudo da Fujitsu

Factos noticiosos:

  • As grandes empresas têm ambientes cloud cada vez mais complexos, com uma média de nove marcas de cloud cada, confirmou um novo estudo global encomendado pela Fujitsu
  • Quase dois terços dos inquiridos esperam que a multi-cloud se torne ainda mais relevante nos próximos dois anos
  • A gestão mais fácil de ambientes cloud complexos é considerada vital para uma transformação digital eficaz por 3 em cada 4 organizações, sendo o custo e a escolha do parceiro mais adequado vistos como os dois maiores obstáculos
  • Quase sete em cada 10 grandes empresas já é altamente dependente da cloud para a entrega de serviços aos clientes, mas mais de metade não possui competências internas para gerir de forma eficaz o seu ambiente cloud
Lisboa, January 17, 2019 - As grandes empresas têm uma necessidade forte e crescente de ambientes multi-cloud, havendo um reconhecimento cada vez maior de que a gestão da cloud é essencial para uma transformação digital verdadeiramente eficaz. Esta é a principal conclusão de um novo estudo global conduzido pela Fujitsu entre os decisores TI de empresas com mais de 500 colaboradores.
O estudo Fujitsu State of Orchestration 2018/19 que inquiriu decisores TI revela uma média de nove marcas cloud diferentes actualmente, com um terço a utilizar já entre 10 e 20. As estratégias ‘cloud only’ ou ‘cloud first’ estão a tornar-se rapidamente na norma, com uma em cada cinco organizações (21 por cento) a descreverem a sua estratégia cloud nestes termos, uma subida face aos 12 por cento de há um ano. Em organizações cloud-only, a multi-cloud é o padrão, com a média de marcas a fixar-se actualmente em 13.
Os participantes também prevêem que a diversidade dos fornecedores cloud continuará a aumentar: quase dois terços das organizações (64 por cento) perspectivam que a multi-cloud se torne uma parte mais significativa da sua arquitectura cloud nos próximos dois anos.
Dado o uso crescente de multi-cloud revelado pelo estudo, os inquiridos mostram um forte desejo de dominar esta complexidade, com três quartos (76 por cento) a concordarem que a transformação digital requer orquestração cloud para ser verdadeiramente eficaz, uma subida face aos 71 por cento anteriores. Todavia, uma muito grande proporção de decisores TI da amostra detecta um desfasamento face à realidade, com 82 por cento a precisarem de uma orquestração mais eficaz. O custo (citado por 55 por cento) e a escolha do parceiro mais adequado (51 por cento) são percebidos como os dois maiores obstáculos à concretização do cenário ideal. Quase toda a amostra (91 por cento) quer mover volumes de trabalho entre clouds de forma mais fácil.
À medida que a multi-cloud ganha força, a visibilidade e o controlo são as principais prioridades
Quando se trata das vantagens de orquestração de ambientes multi-cloud, a necessidade de visibilidade e controlo (62 por cento) são a principal expectativa, seguida pela poupança de custos (49 por cento) e pela necessidade de fornecer uma experiência de utilização coerente (46 por cento). A redução dos custos saltou na lista de vantagens esperadas, à frente do governance, que fazia parte das três principais vantagens no ano passado.
O estudo sublinha que a entrega cloud é verdadeiramente entendida como estratégica para os negócios actuais, com quase sete em cada 10 (67 por cento) dos inquiridos a afirmarem que estão altamente dependentes da cloud para disponibilizar serviços aos clientes. Todavia, e de modo preocupante, mais de metade dos inquiridos (53 por cento) afirma que não possui as competências internas para gerir o seu ambiente cloud de forma eficaz.
Duncan Tait, Responsável da Fujitsu EMEIA, afirma: “Quem pensasse que a diversidade cloud iria desaparecer precisa de reconsiderar tal ideia após a leitura dos resultados do nosso novo estudo. A mensagem clara do estudo Fujitsu State of Orchestration 2018/19 é que a multi-cloud veio para ficar – e os ambientes cloud estão a tornar-se ainda mais complexos. Como tal, não surpreende que a gestão dos ambientes multi-cloud esteja a subir até ao topo das preocupações dos decisores TI, os quais reconhecem ser esta a única forma de alcançar uma transformação digital eficaz. Alcançar esse objectivo, dizem, é sobretudo uma questão de controlo de despesas e de escolha do parceiro tecnológico certo para a implementação e gestão/operação.”
Notas para editores
O estudo State of Orchestration 2018/19 foi conduzido pelo Direction Group em Julho de 2018 entre 253 decisores TI responsáveis pelas decisões em torno da infra-estrutura TI e cloud em organizações com mais de 500 colaboradores em vários sectores de actividade (Alemanha: 42, Austrália: 40, Espanha: 40, EUA: 45, Finlândia: 41, Reino Unido: 45) Estudo anterior da Forrester Consulting: Service Orchestration: Increasing the Efficiency of Hybrid IT, Julho de 2017, disponível em http://www.fujitsu.com/fts/about/resources/news/press-releases/2017/emeai-20171005-clear-service-orchestration-strategy-key-to.html

Recursos Online

Sobre a Fujitsu

A Fujitsu é a companhia líder japonesa de tecnologias de informação e comunicação (TIC) disponibilizando um leque completo de produtos tecnológicos, soluções e serviços. Cerca de 140.000 colaboradores da Fujitsu prestam suporte a clientes em mais de 100 países. Utilizamos a nossa experiência e o poder das TIC para moldar o futuro da sociedade com os nossos clientes. A Fujitsu Limited (TSE: 6702) apresentou receitas consolidadas de 4,1 biliões de ienes (39 mil milhões de dólares) para o ano fiscal que terminou a 31 de Março de 2018.
Para mais informações, visite www.fujitsu.pt ou www.fujitsu.com

Pedro Amaral

Telefone: Telefone: 211 557 634 / 932 981 103
E-mail: E-mail: pamaral@mediabold.com
Empresa - mediaBOLD

Susana Soares

Telefone: Telefone: 21 724 44 44
E-mail: E-mail: susana.soares@ts.fujitsu.com
Empresa - Fujitsu : Directora de Marketing,
Fujitsu Portugal

Date: 17 January, 2019
City: Lisboa