GTM-WKRD365
Skip to main content
  1. Home >
  2. Sobre a Fujitsu >
  3. Empresas Esperam que DevOps se Tornem Mainstream no Espaço de Cinco Anos, Conclui Estudo da Fujitsu

Empresas Esperam que DevOps se Tornem Mainstream no Espaço de Cinco Anos, Conclui Estudo da Fujitsu

Factos noticiosos:
  • Estudo global encomendado pela Fujitsu mostra que oito em cada 10 grandes empresas espera que DevOps ganhem escala no espaço de cinco anos
  • O estudo Fujitsu State of Orchestration 2018/19 destaca que as DevOps são vistas como uma abordagem para lidar com a mudança contínua, possibilitando uma maior agilidade e uma diminuição dos custos
  • No entanto, para a maioria das organizações, actualmente a maturidade das DevOps ainda é baixa, com apenas 20 por cento delas a categorizarem os seus processos como ‘totalmente implementados'
Lisboa, January 23, 2019 - As empresas esperam rápidos avanços na adopção de DevOps em maior escala nos próximos cinco anos, avançam as conclusões de um novo estudo da Fujitsu. Perante o seu foco na unificação do desenvolvimento de software e do funcionamento do software, a maioria das organizações com mais de 500 colaboradores inquirida olha para as DevOps como uma abordagem valiosa para lidar com a mudança contínua, possibilitando uma maior agilidade e uma diminuição dos custos.
Embora, de momento, apenas 20 por cento possuam DevOps maduras, os decisores TI esperam assistir a uma forte mudança. Os resultados do estudo Fujitsu State of Orchestration 2018/19 confirmam que quase oito em cada 10 (78 por cento) esperam que as empresas utilizem DevOps para disponibilizar aplicações e serviços no prazo de cinco anos.
A IDC confirmou recentemente que a Fujitsu é um ‘player importante’ no campo cada vez mais popular das DevOps, citando como pontos fortes da Fujitsu a sua oferta de serviços, o modelo de entrega e as vantagens do portfólio. No entanto, a maturidade actual das DevOps ainda é baixa, de acordo com os decisores inquiridos pela Fujitsu em empresas da Austrália, Finlândia, Alemanha, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos.
De momento, pouco menos de metade dos inquiridos (45 por cento) categoriza as DevOps como ‘estabelecidas’ (25 por cento) ou ‘totalmente estabelecidas’ (20 por cento). Apenas um em cada quatro concluiu um piloto DevOps e 22 por cento estão a executar ou a planear um piloto. Mas apenas oito por cento da amostra não tem planos para explorar as DevOps. As razões principais para perseguir o modelo DevOps, dizem os entrevistados, são lidar melhor com as melhorias e mudanças contínuas (42 por cento), tornar-se mais rápido e mais capaz de suportar mudanças no negócio (37 por cento) e diminuir custos (36 por cento).
A orquestração da cloud é vista como essencial para desbloquear a transformação digital
O estudo da Fujitsu revela uma percepção crescente entre as grandes empresas de que na orquestração da cloud está o segredo para desbloquear uma transformação digital verdadeiramente eficaz. Uma maioria significativa dos inquiridos (81 por cento) prevê um uso mais alargado de containers de software para tornar a orquestração mais eficaz ao longo dos próximos cinco anos.
Entre as outras previsões contam-se:
  • Uma adopção cada vez maior da arquitectura de micro-serviços (75 por cento)
  • O uso alargado ou orquestração de tecnologias digitais nativas da cloud (83 por cento)
  • Managed sevices autónomas com uma intervenção humana mínima (83 por cento) e operações técnicas autónomas (82 por cento)
Brad Mallard, CTO, Digital Technology Services na Fujitsu EMEIA, comenta: “As DevOps são essenciais para transformar a entrega de serviço e permitir que as empresas aproveitem as capacidades cada vez mais evoluídas da cloud. Estamos a ver cada vez mais organizações a abraçar equipas DevOps multidisciplinares para concretizar e fazer evoluir a sua visão digital. A minoria implementou isto à escala, embora a maioria ainda esteja a fazer experiências e a tentar reestruturar a sua organização em torno deste novo conceito."
“A dinâmica por detrás das DevOps está a acelerar por muitos bons motivos – a disponibilização a alta velocidade de produtos, aplicações e serviços com DevOps promete deixar para trás os concorrentes que se mantenham presos aos métodos convencionais”, prossegue Mallard. “Estamos a assistir a uma expectativa muito clara de que as DevOps se tornem mainstream nos próximos cinco anos, e é provável que mais cedo do que isso as organizações comecem a planear acelerar para superar a concorrência. Estando a Fujitsu confirmada como player importante na área das DevOps por um relatório recente da IDC, o nosso conselho para as organizações é que não se atrasem, e comecem a pensar nas suas implementações DevOps já hoje.”
Notas para editores
O estudo Fujitsu State of Orchestration 2018/19 foi conduzido em Julho de 2018 entre 253 decisores TI com responsabilidade pelas decisões relativas à cloud e à infra-estrutura TI em organizações com mais de 500 colaboradores em diversos sectores (Austrália: 40, Finlândia: 41, Alemanha: 42, Espanha: 40, Reino Unido: 45, Estados Unidos: 45).

Recursos Online

Sobre a Fujitsu

A Fujitsu é a companhia líder japonesa de tecnologias de informação e comunicação (TIC) disponibilizando um leque completo de produtos tecnológicos, soluções e serviços. Cerca de 140.000 colaboradores da Fujitsu prestam suporte a clientes em mais de 100 países. Utilizamos a nossa experiência e o poder das TIC para moldar o futuro da sociedade com os nossos clientes. A Fujitsu Limited (TSE: 6702) apresentou receitas consolidadas de 4,1 biliões de ienes (39 mil milhões de dólares) para o ano fiscal que terminou a 31 de Março de 2018.
Para mais informações, visite www.fujitsu.pt ou www.fujitsu.com

Pedro Amaral

Telefone: Telefone: 211 557 634 / 932 981 103
E-mail: E-mail: pamaral@mediabold.com
Empresa - mediaBOLD

Susana Soares

Telefone: Telefone: 21 724 44 44
E-mail: E-mail: susana.soares@ts.fujitsu.com
Empresa - Fujitsu : Directora de Marketing,
Fujitsu Portugal

Date: 23 January, 2019
City: Lisboa