GTM-WKRD365
Skip to main content
  1. Home >
  2. Sobre a Fujitsu >
  3. Colaboradores Prontos a Abraçar a IA para Melhorar o Equilíbrio entre Vida Pessoal e Profissional, Revela Estudo da Fujitsu

Colaboradores Prontos a Abraçar a IA para Melhorar o Equilíbrio entre Vida Pessoal e Profissional, Revela Estudo da Fujitsu

Factos noticiosos:

  • Com os colaboradores a trabalharem mais horas apesar da quebra dos níveis de produtividade, a maioria das pessoas encara agora a Inteligência Artificial como uma forma de melhorar os resultados no local de trabalho
  • Quase metade dos colaboradores acredita que o seu local de trabalho actual não tem um impacto positivo no recrutamento e retenção de pessoas com as competências essenciais
  • Os trabalhadores sentem que muitas aplicações e serviços não lhes dão o suporte devido, e sentem-se demasiado esmagados pelos dados na hora de encontrar facilmente a informação de que precisam
Lisboa, January 14, 2019 - Os trabalhadores sentem que a sua produtividade está a baixar apesar de trabalharem mais horas – e conta agora com a Inteligência Artificial (IA) para superar a situação, indica um novo estudo da Fujitsu. Entretanto, os colaboradores têm a percepção de que as TI da empresa não lhes dão o suporte devido, tendo segurança inadequada, falhas de serviço e desafios no acesso à informação de que eles precisam para serem eficazes.
No entanto, à medida que a competição por colaboradores especializados se intensifica, os locais de trabalho actuais não estão a conseguir corresponder às expectativas da sua força de trabalho. Aliás, quase metade de todos os colaboradores (46 por cento) acredita que o seu local de trabalho actual não têm um impacto positivo no recrutamento e retenção de pessoas com as competências essenciais.
O novo estudo da Fujitsu, conduzido pela empresa de estudos Pierre Audoin Consultants (PAC), focou-se nos desafios que as empresas estão a ter à medida que evoluem, a partir da perspectiva da sua força de trabalho. As conclusões destacam que nem todas as empresas possuem a cultura, as políticas ambientais e as tecnologias certas para permitirem que os seus colaboradores sejam eficazes ou para atrair talento no futuro.
Trabalhadores querem suporte da IA, um bom equilíbrio entre vida pessoal e profissional e maior produtividade
Embora os colaboradores sintam que estão a trabalhar tanto (45 por cento) ou mais (47 por cento) do que há dois anos, mais de 40 por cento dos inquiridos pensa que a sua produtividade real está igual ou é inferior. É provável que este seja o motivo pelo qual a maioria dos profissionais inquiridos considere que a IA é agora uma força positiva, reconhecendo que esta poderia ajudar a melhorar a produtividade no local de trabalho. Hoje, mais de 80 por cento dos participantes acredita que a IA, aplicada através de assistentes virtuais digitais ou personalizada e adaptada às experiências dos utilizadores, terá um efeito positivo no seu quotidiano profissional. E não são apenas os colaboradores nativos digitais que estão a postos para abraçar a IA, uma vez que esta visão positiva é partilhada tanto por trabalhadores acabados de contratar como por outros mais experientes.
À medida que os colaboradores trabalham mais horas, também procuram formas de alcançar um equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal. Isto pode ser alcançado por práticas e horários de trabalho flexíveis, com mais de metade (53 por cento) a considerar que isto é “muito importante” para melhorar a produtividade. Todavia, mais de um terço (35 por cento) avalia a capacidade do seu empregador para apoiar um equilíbrio entre vida pessoal e profissional como apenas adequada ou fraca. Um ambiente de trabalho estimulante e saudável ficou a curta distância no segundo lugar com 49 por cento, ficando o pódio completo com o acesso às ferramentas de produtividade adequadas, indicado por 40 por cento dos inquiridos como um dos factores mais importantes para a sua eficácia.
Robin Lipscomb, Responsável de Estratégia para os Serviços de Tecnologia Digital na Fujitsu EMEIA, afirma: “A consumerização das TI em toda a empresa está a tornar difusas as fronteiras entre o mundo corporativo e as nossas vidas pessoais. Ao reconhecermos isto, colocando as pessoas primeiro e equipando-as com as ferramentas adequadas para fazerem a sua função, assistiremos a uma melhor combinação das vidas profissionais e pessoais. Estamos focados em ajudar a concretizar os resultados do negócio tendo, ao mesmo tempo, um impacto mais lato na sociedade, ao disponibilizarmos valor tangível aos nossos clientes.”
Nick Mayes, chefe de investigação e Analista Principal na PAC, comenta: “As conclusões do estudo mostram que muitos dos locais de trabalho e práticas laborais actuais continuam a impedir os colaboradores de maximizarem a sua produtividade. As empresas têm de se focar em práticas eficazes, através da organização dos seus dados e processos e da simplificação do acesso à informação de que os seus colaboradores precisam, quando e onde eles dela precisem. Com estes aspectos essenciais e a tecnologia certa, as possibilidades de melhorar a produtividade são infinitas, desde fornecer experiências adaptáveis baseadas no contexto e na localização, até proporcionar assistência inteligente e um serviço altamente personalizado para cada indivíduo. E estes são factores-chave que ajudam a assegurar a retenção de talento de topo num mercado altamente competitivo.”
Num futuro próximo, a Fujitsu espera que os trabalhadores coloquem uma maior ênfase na capacidade de combinar eficazmente a vida pessoal e profissional. À medida que as tecnologias da IA, de machine learning e da automatização de processos robóticos forem sendo adoptadas de forma mais lata, as pessoas vão esperar processos básicos dos seus empregadores mais automatizados e sem falhas serviço. As empresas que tenham sucesso na disponibilização deste equilíbrio conseguirão dar resposta aos desafios da produtividade e ganhar a guerra pelos talentos, ao atraírem e reterem colaboradores talentosos. Com esta abordagem centrada no ser humano, a Fujitsu está bem colocada para fornecer os serviços, ecossistemas e tecnologias exigidos para um local de trabalho moderno, pessoal e flexível.
Notas para os editores
O estudo baseia-se num inquérito online a colaboradores de empresas de grande e média dimensão na Bélgica, em França, na Alemanha, nos Países Nórdicos, em Espanha, no Reino Unido e na Irlanda, levado a cabo pela PAC durante os meses de Setembro e Outubro de 2018. As conclusões completas podem ser transferidas a partir de: https://digitalworkplace.global.fujitsu.com/workplace-2025-race-for-talent

Recursos Online

Sobre a Fujitsu

A Fujitsu é a companhia líder japonesa de tecnologias de informação e comunicação (TIC) disponibilizando um leque completo de produtos tecnológicos, soluções e serviços. Cerca de 140.000 colaboradores da Fujitsu prestam suporte a clientes em mais de 100 países. Utilizamos a nossa experiência e o poder das TIC para moldar o futuro da sociedade com os nossos clientes. A Fujitsu Limited (TSE: 6702) apresentou receitas consolidadas de 4,1 biliões de ienes (39 mil milhões de dólares) para o ano fiscal que terminou a 31 de Março de 2018.
Para mais informações, visite www.fujitsu.pt ou www.fujitsu.com

Pedro Amaral

Telefone: Telefone: 211 557 634 / 932 981 103
E-mail: E-mail: pamaral@mediabold.com
Empresa - mediaBOLD

Susana Soares

Telefone: Telefone: 21 724 44 44
E-mail: E-mail: susana.soares@ts.fujitsu.com
Empresa - Fujitsu : Directora de Marketing,
Fujitsu Portugal

Date: 14 January, 2019
City: Lisboa