Skip to main content
  1. Home >
  2. Sobre a Fujitsu>
  3. Maioria dos líderes empresariais admite que a sua organização não existirá dentro de cinco anos em virtude da disrupção digital

Maioria dos líderes empresariais admite que a sua organização não existirá dentro de cinco anos em virtude da disrupção digital

Lisboa, November 15, 2016

Factos Noticiosos:
Um estudo solicitado pela Fujitsu explora os impactos actuais e futuros da disrupção digital nas empresas.
Embora a maioria das empresas veja a oportunidade, a disrupção digital é citada como o principal desafio que as organizações enfrentam na actualidade 
Inquérito a 1180 decisores em todo o mundo destaca preocupações profundas com a capacidade de as suas organizações se adaptarem e aproveitarem as vantagens da digitalização
Mais de metade dos líderes de empresas (52%) diz que a disrupção digital significa que as suas organizações não irão existir na sua forma actual em 2021, de acordo com um estudo global encomendado¹ pela Fujitsu. Embora quase todos (98%) tenham dito que a sua organização já sofreu um impacto e continuará a sofrer os impactos da disrupção digital, 92% reconheceram que o seu negócio precisa de evoluir para singrar num mundo digital e 75% acreditam que o seu sector sofrerá mudanças radicais nos próximos cinco anos.

Quando questionados sobre o que (ou quem) impulsiona a sua resposta ao desafio da disrupção digital, quase metade (45%) indicou a equipa de liderança ou as chefias C-Suite (CEOs, CIOs, etc). Olhando externamente, a maioria dos líderes empresariais identificou os clientes (45%) à frente da concorrência (31%) como o grupo que mais os influencia a impulsionar a resposta da sua organização à disrupção digital. Quando questionados sobre quem está a liderar a disrupção digital nos seus sectores, apenas 12% dos executivos se auto-indicaram – enquanto 45% indicaram start-ups e organizações fora dos seus sectores.

Apesar dos líderes empresariais preverem alterações drásticas nos próximos anos, a maioria (72%) acredita que a digitalização apresenta oportunidades entusiasmantes e quatro em cada cinco (80%) declara que ela é uma força positiva. Tais benefícios potenciais estão a aumentar a vontade de capitalizar rapidamente. 71% dos executivos diz que as organizações precisam de inovar mais depressa para se manterem relevantes, com a Finlândia (97%) a ter o maior grupo de defensores desta ideia e os executivos de Espanha (36%) a serem os menos certos de que inovar mais depressa é o que é fundamental para permanecer relevante num mundo digitalizado.

Duncan Tait, SEVP e Responsável da região EMEIA e das Américas da Fujitsu, afirmou: “A disrupção digital transforma os modelos de negócio e os fluxos de receitas, operações e processos, as relações com os clientes, a manutenção e muito mais. É exactamente este potencial que está a causar preocupações. O facto de, não obstante as vantagens potenciais, um terço (33%) dos executivos desejar não estar a passar por uma disrupção digital é elucidativo. Em comparação com dados de há dois anos, e até do último ano quando analisámos a abordagem dos decisores TI à transformação digital e as suas opiniões acerca da mesma, os líderes empresariais estão agora mais confiantes e sabem que precisam não só de acompanhar mas de se esforçar por superar a concorrência e tornarem-se digitais mais depressa, com confiança, estratégia e, em última análise, grande sucesso. A pressão de florescer perante a digitalização é evidente nas conclusões deste estudo.”.

Explorando o que é necessário para garantir o sucesso num mundo digital, quase três quartos (72%) dos líderes empresariais reconhece a necessidade de colaborar de forma mais estratégica com organizações que os possam ajudar a moldar a resposta à disrupção digital. 73% acreditam que a tecnologia é central para a capacidade de uma organização em ter sucesso num mundo digital, enquanto 67% dizem que a sua organização precisa de colaborar com especialistas tecnológicos terceiros.

Duncan Tait acrescenta: “A capacidade de agregar conhecimento, ideias e recursos com um parceiro que compreende o que é necessário para florescer num mundo digital é uma capacidade vital que os líderes empresariais sabem que os vai ajudar a atravessar este período de transição e, como tal, desafiante. Se todos os stakeholders digitais trabalharem em conjunto para navegar através desta disrupção, as empresas não serão ultrapassadas pelo digital; elas irão avançar, inovar e prosperar para recolher todas as vantagens que a era digital oferece."


Notas para editores

¹O relatório “Fit for Digital: Co-creation in the Age of Disruption” da Fujitsu está disponível para download aqui

Esta investigação quantitativa foi levada a cabo em Setembro de 2016 pela empresa de estudos independentes Censuswide. Os 1180 decisores com responsabilidades de chefia (C-Suite) são de médias e grandes empresas do sector público, dos serviços financeiros, do retalho e da manufactura. Tamanho da amostra por país.

EUA – 210
Austrália – 152
Reino Unido – 156
Alemanha – 152
Espanha –150
França – 150
Itália – 150
Finlândia – 30
Suécia – 30

Recursos Online

Leia o blogue da Fujitsu: http://blog.ts.fujitsu.comHYPERLINK "http://blog.ts.fujitsu.com/"  
Siga-nos no Twitter: http://www.twitter.com/Fujitsu_GlobalHYPERLINK "http://www.twitter.com/Fujitsu_GlobalHYPERLINKhttp://www.twitter.com/Fujitsu_Global%22%A0%A0" e
https://twitter.com/FujitsuPortugal
Siga-nos no LinkedIn: http://www.linkedin.com/company/fujitsuHYPERLINK "http://www.linkedin.com/company/fujitsuHYPERLINKhttp://www.linkedin.com/company/fujitsu%22%A0" e 
www.linkedin.com/company/fujitsuportugal
Siga-nos no YouTube:
www.youtube.com/user/FujitsuPortugal
Encontre a Fujitsu no Facebook: http://www.facebook.com/FujitsuICTHYPERLINK "http://www.facebook.com/FujitsuICTHYPERLINKhttp://www.facebook.com/FujitsuICT%22%A0"   
Servidor de média e imagens da Fujitsu: http://mediaportal.ts.fujitsu.com/pages/portal.php

Sobre a Fujitsu

A Fujitsu é a companhia líder japonesa de tecnologias de informação e comunicação (TIC) disponibilizando um leque completo de produtos tecnológicos, soluções e serviços. Cerca de 156.000 colaboradores da Fujitsu prestam suporte a clientes em mais de 100 países. Utilizamos a nossa experiência e o poder das TIC para moldar o futuro da sociedade com os nossos clientes. A Fujitsu Limited (TSE: 6702) apresentou receitas consolidadas de 4,7 biliões de ienes (41 mil milhões de dólares) para o ano fiscal que terminou a 31 de Março de 2016.


Susana Soares

Telefone: Telefone: 21 724 44 44
E-mail: E-mail: susana.soares@ts.fujitsu.com
Empresa - Fujitsu: Marketing Director

Date: 15 November, 2016
City: Lisboa