Skip to main content
  1. Home >
  2. Sobre a Fujitsu>
  3. Roleta Digital: dois em três projetos de Transformação Digital são um “tiro no escuro” de acordo com o novo estudo da Fujitsu

Roleta Digital: dois em três projetos de Transformação Digital são um “tiro no escuro” de acordo com o novo estudo da Fujitsu

Lisboa, January 26, 2016   Organizações afirmam que o sucesso digital está limitado pela complexidade, prioridades dispares e falta de confiança  
 Estudo Fujitsu que entrevistou mais de 600 lideres de TI europeus revela consenso generalizado de que a Transformação Digital é vital, mas destaca grandes desvios em termos de prioridades estratégicas 
Os líderes de empresas europeias concordam que a Transformação Digital é crítica para o seu sucesso futuro, mas um inquérito levado a cabo no Reino Unido, em Espanha, na Suécia e na Alemanha e hoje publicado pela Fujitsu revela que a maioria das empresas não tem uma estratégia clara para alcançar este objectivo – e a maioria continua a ver todo o processo de digitalização como um "tiro no escuro".

O ano de 2016 é amplamente apontado pelos especialistas do sector como “o Ano da Transformação Digital” e Michael Burkett, analista da Gartner, confirma: “O negócio digital está a deixar de ser uma visão estratégica futura dos líderes TI e dos líderes digitais para se tornar numa vantagem competitiva real da atualidade”. Ainda assim, três quartos das organizações concorda que a transformação digital é uma prioridade de negócio e igual percentagem sente falta de confiança nas suas decisões digitais, revela a investigação da Fujitsu.

O inquérito, que incorpora as visões de mais de 600 executivos de nível C e os titulares dos orçamentos TI, revela uma enorme quantidade de optimismo na transformação digital por todo o sector. Os executivos estão confiantes na capacidade da sua própria organização para fazer avançar projectos de transformação e a esmagadora maioria é a favor de andar ainda mais depressa. Há também um consenso generalizado de que não ser suficientemente rápido a adoptar a digitalização poderá conduzir a um conjunto abrangente de penalizações, incluindo perda de produtividade, reduzida capacidade de resposta da empresa ao mercado e problemas com a retenção e fidelização dos clientes.

"Quando se vai para lá do olhar superficial, o optimismo empresarial na transformação digital começa a levantar dúvidas", afirma Duncan Tait, CEO, EVP e Chefe da EMEIA da Fujitsu. "A investigação revela que apenas um em cada quatro gestores estão realmente confiantes nas suas decisões digitais, enquanto dois em cada três até admite que os seus projectos de transformação digitais são um risco."

Embora haja um reconhecimento generalizado de que a transformação digital tem impacto no que diz respeito à forma como as organizações criam valor para os seus clientes, a investigação da Fujitsu também descobriu enormes desconexões em termos de prioridades estratégicas para projectos digitais. Eis as principais conclusões:

Apenas um em cada três entrevistados concorda que as prioridades digitais estão totalmente alinhadas dentro da sua organização
Metade dos executivos pensa que a digitalização é um trabalho que é preferível deixar para o departamento de TI
Um em cada três líderes empresariais pensa que já há um excesso de gastos em projectos digitais
Apenas um em cada quatro está "extremamente confiante" em aconselhar as escolhas certas

Tait acrescenta: “A transformação digital é cada vez mais central para a estabilidade social e económica e, para prosperar, as empresas precisam de acelerar o ritmo a que combinam a tecnologia e as novas ideias. No entanto, a ausência de uma propriedade clara e o conflito de prioridades é uma barreira para o sucesso. A Fujitsu está focada em apoiar os clientes na sua jornada para a transformação digital e em permitir que eles alcancem o equilíbrio, tanto para prosperarem num mundo digital, como para transformarem os seus negócios sem perturbações.”

A Fujitsu define a transformação como o colmatar da desconexão digital através da integração fácil de novas experiências front-end com processos e informações ao nível operacional nuclear. Este processo é fundamental para o futuro do negócio, mas muitas empresas claramente não conseguem avaliar os riscos de tentar uma implementação mal-planeada. Encontrar o equilíbrio certo é algo único para cada cliente, em vez de ser um processo linear ou uma questão de fazer uma coisa ou outra.

Além disso, para serem verdadeiramente digitais, as organizações têm de estar digitalmente activadas de ponta-a-ponta, através da construção de novas experiências digitais front-end e da conexão contínua destas com os sistemas back-end e as infra-estruturas que as tornam possíveis.

Notas para os Editores

Pode encontrar o relatório “Walking the digital tightrope” aqui.

Um estudo à maturidade digital das organizações na região EMEIA foi promovido pela Fujitsu e levado a cabo pela empresa de estudos de mercado independente, Censuswide, em Outubro de 2015. O estudo abrangeu o Reino Unido, a Alemanha, a Espanha e a Suécia e era composto por duas partes:
Um levantamento quantitativo de 643 decisores TI nos sectores do retalho, finança, manufactura e administração pública, analisando quantas empresas estão a explorar a adopção de uma estratégia TI a duas velocidades; os factores por detrás desta adopção e os obstáculos ao sucesso da mesma.
Uma série de entrevistas qualitativas com 16 CEOs nos mesmos países e sectores

“Embed Digital Business Into the Fabric of Your Organization”, Michael Burkett, Gartner, 5 de Novembro de 2015. http://www.gartner.com/document/3163226

Recursos Online

Leia o blogue da Fujitsu: http://blog.ts.fujitsu.com   

Siga a Fujitsu no Twitter: http://www.twitter.com/Fujitsu_GlobalHYPERLINK "http://www.twitter.com/Fujitsu_GlobalHYPERLINKhttp://www.twitter.com/Fujitsu_Global%22%A0%A0"  
Siga-nos no LinkedIn: http://www.linkedin.com/company/fujitsuHYPERLINK "http://www.linkedin.com/company/fujitsuHYPERLINKhttp://www.linkedin.com/company/fujitsu%22%A0"   
Encontre a Fujitsu no Facebook: http://www.facebook.com/FujitsuICTHYPERLINK "http://www.facebook.com/FujitsuICTHYPERLINKhttp://www.facebook.com/FujitsuICT%22%A0"   
Servidor de média e imagens da Fujitsu: http://mediaportal.ts.fujitsu.com/pages/portal.phpHYPERLINK "http://mediaportal.ts.fujitsu.com/pages/portal.phpHYPERLINKhttp://mediaportal.ts.fujitsu.com/pages/portal.php%22%A0%A0%A0"     


Sobre a Fujitsu

A Fujitsu é um fornecedor global de Tecnologias de Informação para o mercado global. Com cerca de 159.000 pessoas a apoiar clientes em mais de 100 países, a Fujitsu combina especialistas em serviços e sistemas com produtos na área da computação, telecomunicações e micro electrónica avançada de modo a proporcionar valor acrescentado aos clientes. Com sede em Tóquio, a Fujitsu Limited (TSE: 6702) apresentou receitas consolidadas de 4,8 biliões de ienes (40 mil milhões de dólares) para o ano fiscal que terminou a 31 de Março de 2015.
Para mais informações, visite www.fujitsu.pt ou www.fujitsu.com


Pedro Amaral

Telefone: Telefone: +351 211 557 634
Mobile: Mobile: +351 93 298 11 03
E-mail: E-mail: pamaral@mediabold.com
Empresa - mediaBOLD

Susana Soares

Telefone: Telefone: 21 724 44 44
E-mail: E-mail: susana.soares@ts.fujitsu.com
Empresa - Fujitsu: Products Sales Group Portugal Director & South-Eastern Europe, Portugal, Africa, Russia & CIS Territory Marketing Director

Date: 26 January, 2016
City: Lisboa