Skip to main content
  1. Home >
  2. Sobre a Fujitsu>
  3. Fujitsu RunMyProcess mostra como Internet das Coisas pode ser utilizada para salvar vidas

Fujitsu RunMyProcess mostra como Internet das Coisas pode ser utilizada para salvar vidas

Lisboa, January 20, 2015 - A Fujitsu RunMyProcess e a HOP Ubiquitous (HOPU) demonstram como a Internet das Coisas pode ser explorada num mundo hiperconectado para transformar conceitos em negócios digitais com um investimento mínimo
- A startup HOPU configurou o seu backbone empresarial Fujitsu RunMyProcess para necessidades específicas em apenas cinco dias, tornando visível que há cada vez menos obstáculos à inovação empresarial e social

A Fujitsu RunMyProcess demonstra como está a ajudar startups como a HOP Ubiquitous (HOPU) a transformar os seus conceitos em negócios digitais, de forma rápida e com um baixo Custo Total de Propriedade. Fornecendo uma plataforma cloud para a implementação e testagem rápidas de inovações, tanto para a Fujitsu como para os seus clientes em todo o mundo, ela é um activador central para a visão da empresa de uma Sociedade Inteligente Centrada no Ser Humano. A Fujitsu RunMyProcess disponibiliza as capacidades exigidas para construir sistemas digitais conectados que abrangem a cloud, máquinas nas instalações e ambientes móveis.

A Internet das Coisas (IoT) traz à economia global um imenso potencial de crescimento. Novos padrões relevantes estão a permitir que as coisas comuniquem de forma mais eficaz umas com as outras. Com sede em Murcia, Espanha, a HOPU é uma startup especializada em tecnologias baseadas em sensores e passíveis de serem usadas como roupa. Através dos seus importantes contributos e o suporte a padrões de referência – como OMA, IPv6 e CoAP –, ela é uma empresa líder na definição de padrões de segurança, interoperacionalidade e gestão para a emergente IoT e a sua conexão mais vasta a outros serviços baseados na web ou na cloud. Usando estas capacidades, a HOPU está a trabalhar para acelerar a emergência de novos modelos de valor transversais a sectores, como a emergente Internet Industrial, também apelidada de Industry 4.0.

Vencedora do prestigiado Best Demonstration Award na 4.ª Conferência Internacional sobre a Internet das Coisas (MIT Media Labs, Cambridge, EUA, Outubro de 2014), ela mostra como a computação na cloud e a IoT podem ser aliadas para activar novas formas de infra-estrutura social que reagem às necessidades das pessoas em tempo real. A demonstração é ilustrada no vídeo ExploitingHYPERLINK "https://www.youtube.com/watch?v=sICZ5mCKOOo" the Internet of Things – A Life and Death Example of HYPERLINK "https://www.youtube.com/watch?v=sICZ5mCKOOo"HyperconnectivityHYPERLINK "https://www.youtube.com/watch?v=sICZ5mCKOOo" in Action, que mostra como se podem salvar vidas através da combinação da ubiquidade dos sensores, mediante sensores pessoais, com um Sistema TIC Centrado no Ser Humano. Neste caso, a plataforma Fujitsu RunMyProcess foi configurada para as necessidades especializadas do cenário em apenas cinco dias. Anteriormente, pôr de pé uma tal solução levaria meses ou mesmo anos.

A demonstração descreve dois cenários. Um acidente rodoviário ocorreu durante a hora de ponta numa cidade. Um ciclista ficou gravemente ferido. Precisa urgentemente de tratamento médico. No mundo actual, os atrasos no socorro são provocados pela chegada tardia da ambulância, por engarrafamentos e pela falta de pessoal no hospital aquando da chegada do paciente. Perdem-se minutos vitais, que podem fazer a diferença entre a vida e a morte.

Num mundo hiperconectado – usando minúsculos objectos inteligentes sem fios da HOPU ligados pela plataforma Fujitsu RunMyProcess uns aos outros e à cloud – a experiência do ciclista seria diferente. O sensor de movimento no dispositivo que ele leva vestido detecta o impacto. Fornece a localização e envia as mudanças no seu batimento cardíaco ao sistema TIC Centrado no Ser Humano, despoletando o alarme. Antes de um transeunte ter oportunidade de telefonar a pedir ajuda, o centro de controlo já está ciente da emergência e despachou uma ambulância. Os paramédicos chegam e estabilizam o ciclista. O sistema reconhece que o tráfego está complicado na zona do hospital mais próximo e que o segundo mais próximo tem falta de pessoal médico. No entanto, um terceiro hospital está livre e com pessoal imediatamente disponível. O sistema calcula a melhor rota através do trânsito, estimando que o ciclista terá acesso a emergência muito mais depressa, poupando tempo crítico e, talvez, salvando a sua vida.

A nova legislação muitas vezes apresenta oportunidades para ideias de negócio. Por exemplo, desde Abril de 2014, as questões de segurança pública em toda a Europa podem ser reportadas através de interfaces integradas, e não apenas por telefone. Este foi o ponto de partida para o desenvolvimento da demonstração da HOPU e da Fujitsu. Com acesso a ferramentas fornecidas pela Fujitsu RunMyProcess, as empresas jovens podem responder rapidamente a tais oportunidades, colocando as recompensas da transformação digital ao seu alcance.

A plataforma cloud Fujitsu RunMyProcess remove os obstáculos à disponibilização de tais abordagens inovadoras. Em primeiro lugar, a mobilidade perfeita através de aplicações empresariais independentes de dispositivo e de localização unificam a experiência digital. Isto é particularmente importante em cenários nos quais os dados são recolhidos a partir de uma grande variedade de fontes ao longo de toda a cadeia de abastecimento. No cenário descrito há quatro grandes componentes – serviços de emergência, operações de trânsito, ambulância e hospital. 

Em segundo lugar, a digitalização e a integração ponta-a-ponta através de APIs e de mais de 2.500 ligações ao longo da cadeia de abastecimento digital permitem que se acrescentem novos componentes sequencialmente. Além disso, resultados mais rápidos e uma maior fiabilidade através de uma plataforma de negócio ágil e baseada em modelos permitem uma digitalização célere. A inovação acelerada usando ferramentas colaborativas permite que as startups incluam a cultura digital como base para as inovações futuras e o sucesso.

Citações de Suporte

Dr. Antonio J. Jara, CEO da HOP Ubiquitous
“A HOP Ubiquitous quer construir uma ponte entre as necessidades do mundo real e as soluções digitais disponíveis. Estas tecnologias não são futuristas, elas já existem hoje. Mas é a ligação entre todas elas que faz com que se possam ganhar minutos vitais e, com isso, salvar vidas. Não obstante a complexidade de combinar múltiplas fontes de dados – serviços de emergência, operações de trânsito, ambulância,  hospital –, além de todas as tecnologias e formatos de dados distintos envolvidos, a nossa pequena equipa de três pessoas conseguiu desenhar, integrar e implementar a nossa solução baseada em Fujitsu RunMyProcess em apenas cinco dias.”

Dr. Joseph Reger, CTO da Fujitsu EMEIA
“A natureza hiperconectada da Internet está a mudar o mundo. O resultado é que qualquer pessoa com uma grande ideia pode iniciar em menos de nada um negócio inovador. As barreiras à entrada são agora mais baixas do que nunca. A Fujitsu RunMyProcess permite que empresas como a HOP Ubiquitous passem do conceito à comercialização muito rapidamente. Isto é alcançado através da integração das tecnologias da informação e da comunicação em cenários empresariais reais".

Preços e disponibilidade

A plataforma Fujitsu RunMyProcess está disponível directamente através da Fujitsu RunMyProcess, em https://www.runmyprocess.com/en/

Notas para editores

Um grande número de soluções de ‘SOS’ e ‘socorro’ procuraram os benefícios de novas tecnologias de comunicação. Esta demonstração integra um caso do serviço de Central Pública de Atendimento de Chamadas de Emergência (PSAP), baseado no protocolo padrão da Associação de Números de Emergência Europeia (EENA). Deste modo, demonstra-se que a solução poderia trazer valor à União Europeia como um todo.

Recursos Online

Vídeo: Exploiting the Internet of Things – A Life and Death Example of HYPERLINK "https://www.youtube.com/watch?v=sICZ5mCKOOo"HyperconnectivityHYPERLINK "https://www.youtube.com/watch?v=sICZ5mCKOOo" in Action
Demonstração ao vivo no Fujitsu Forum Munich 2014:
https://www.youtube.com/watch?v=wrNIEz2B-ws

Leia o blogue da Fujitsu: "http://blog.ts.fujitsu.com/

Siga a Fujitsu no Twitter: http://www.twitter.com/Fujitsu_Global

Siga-nos no LinkedIn: http://www.linkedin.com/company/fujitsu

Encontre a Fujitsu no Facebook: http://www.facebook.com/FujitsuICT

Servidor de média e imagens da Fujitsu: http://mediaportal.ts.fujitsu.com/pages/portal.php

Sobre a Fujitsu

A Fujitsu é um fornecedor global de Tecnologias de Informação para o mercado global. Com cerca de 162.000 pessoas a apoiar clientes em mais de 100 países, a Fujitsu combina especialistas em serviços e sistemas com produtos na área da computação, telecomunicações e micro electrónica avançada de modo a proporcionar valor acrescentado aos clientes. Com sede em Tóquio, a Fujitsu Limited (TSE: 6702) apresentou receitas consolidadas de 4,8 biliões de ienes (46 mil milhões de dólares) para o ano fiscal que terminou a 31 de Março de 2014. 
Para mais informações, visite 
www.fujitsu.pt  ou  www.fujitsu.com

Sobre a Fujitsu CEMEA&I

Na Europa, Médio Oriente, África e Índia, a Fujitsu é o fornecedor líder europeu de infra-estruturas TI, com presença nos principais mercados, servindo grandes organizações, pequenas ou médias empresas e consumidores. A empresa disponibiliza um portfólio completo de produtos IT, soluções e serviços, que incluem desde soluções cliente a data center, Managed Infrastructure e Infrastructure-as-a-Service. Na CEMEA&I a Fujitsu emprega aproximadamente 13.000 pessoas e faz parte do Grupo Fujitsu. Para mais informações visite ts.fujitsu.com/aboutus

Pedro Amaral

Telefone: Telefone: +351 211 557 634
Mobile: Mobile: +351 93 298 11 03
E-mail: E-mail: pamaral@mediabold.com
Empresa - mediaBOLD

Susana Soares

Telefone: Telefone: 21 724 44 44
E-mail: E-mail: susana.soares@ts.fujitsu.com
EmpresaFujitsu

Date: 20 January, 2015
City: Lisboa